Outubro/2017 Ano 47

NOVA ERA... UM SONHO BRASILEIRO

Quando Getúlio Vargas assumiu o governo, em 1930, trouxe consigo homens da estirpe de Oswaldo Aranha, Batista Lusardo (o centauro dos Pampas), João Neves da Fontoura, Arthur de Souza Costa e outros, compondo a sua equipe governamental. E, em meio as atribulações naturais numa sucessão revolucionária, os problemas e a crise se refletiram no dia-a-dia dos dirigentes que chegavam, então.

Oswaldo Aranha, entrevistado pelos jornalistas sobre a situação das finanças públicas, teve que se manifestar se as coisas e a situação iriam melhorar, ao que, de imediato, disse que sim, iriam melhorar, sem dúvida. Indagado sobre como seria essa recuperação, ele, então, disse que "pior do que está não seria possível?. Hoje, quase um século depois, o País está tentando evitar o caos, outra vez.

Após doze anos de um governo populista, com a degradação dos órgãos públicos e das finanças, e uma corrupção deslavada, parece obrigar o Ministro Henrique Meirelles a repetir o gaúcho Oswaldo Aranha dizendo, também, que tudo vai melhorar... porque pior do que estava (e ainda está) não é imaginável, a curto prazo.

É inegável que o Presidente Temer tem buscado, em seu curto mandato, deixar o País com novos rumos, enfrentando os grandes problemas nacionais, como, por exemplo, a previdência, o déficit das contas públicas, a deterioração da saúde, os problemas da educação e segurança, que estão sendo objeto de tentativas de reformas, a duras penas e sem a devida cooperação e apoio da Classe Política, mais interessada em se preservar, em grande parte.

Mas, o principal elo a ser adotado, com rigor inexorável, é o de que a Nação tem que reduzir seus gastos com a sua máquina, doa a quem doer. Não se pode aceitar custeio acima da arrecadação e, por isso, temos que ter uma reformulação do Estado, a qualquer custo. O povo merece esta Nova Era, com Plano de Governo onde seus anseios, necessidades e amparo sejam realidade e não ilusões, engodo e insegurança. Onde haverá FUTURO para todos os brasileiros.


Veja todas as notícias.

Revisão fiscal

Dadas as várias responsabilidades envolvidas, é fundamental ter certeza de que os impostos, taxas e contribuições, assim como as inúmeras obrigações acessórias da empresa, estão observando a complexa legislação, evitando, com isso, indesejáveis contingências.

Temos profissionais experientes para assessorar os clientes nesse aspecto.

Desde 1971,

a Fernando Motta & Associados presta serviços de elevado padrão nas áreas de auditoria, consultoria empresarial e assessoria tributária.